Cavalcante Consultores – treinamento e consultoria em finanças e Excel

Análise Econômica com Base no PL Contábil ou no PL a Valor de Mercado

Artigo da série One Page - Elaborado por Francisco Calvalcante

PL é a abreviação de patrimônio líquido, OK?

Imagine que você possui de R$ 100.000 em ações de uma empresa cotada em Bolsa de Valores ao valor de R$ 100 cada. O valor patrimonial contábil desta mesma ação é de R$ 50.

Imagine que você possa realizar este capital de R$ 100.000 e aplicar numa alternativa de renda fixa de risco mínimo para ganhar 6% ao ano.

Para permanecer com o investimento em ações, lastreado nos lucros da empresa, portanto sujeito a imprevisibilidades, você quer ganhar um mínimo de 15% ao ano. É racional sem dúvida.

Pergunta: você quer ganhar 15% ao ano sobre o PL contábil de R$ 50 ou sobre o valor de mercado da ação de R$ 100.

Fácil de responder: você quer ganhar 15% ao ano sobre o valor de mercado da ação de R$ 100.

Exemplo: daqui a um ano você desejará ter recebido um dividendo de R$ 3, e ainda desejará que a ação esteja cotada a R$ 112, no mínimo.

São 3% (R$ 3/R$ 100) de retorno desejado por recebimento de dividendos e 12% (R$ 12/R$ 100) de retorno desejado por valorização do papel. Total do retorno desejado: mínimo de 15% ao ano.

Conclusão: se você é Diretor de uma empresa de capital aberto, buscará uma remuneração atraente para seus acionistas baseado no valor de mercado das ações e não no valor patrimonial contábil.

Pergunta: mas se minha empresa não tem ações negociadas em Bolsa de Valores. Como fazer?

Simples: contrate um assessor financeiro externo para elaborar anualmente o valuation da sua empresa.

Assessor externo? Sim. Para ele não fazer o valuation contaminado pelas informações de quem trabalha no dia a dia dentro da empresa e, naturalmente assume posições tendenciosas, geralmente com um viés de otimismo.

Exemplo: uma empresa tem seu capital composto por 1.000.000 de ações. O valor de mercado de cada ação é de R$ 100 (ou porque está ação é a cotação em Bolsa ou porque foi a estimativa de valor feita por um assessor externo). O valor patrimonial contábil da mesma ação é de R$ 50.

O lucro líquido estimado para 2013 é de R$ 15.000.000. Portanto, como se deve calcular o retorno sobre o patrimônio líquido (RPL)?

RPL com base no PL contábil = R$ 15.000.000 / R$ 50.000.000 = 30% ao ano

RPL com base no PL de mercado = R$ 15.000.000 / R$ 100.000.000 = 15% ao ano

O segundo cálculo é muito mais adequado sob a perspectiva do dono do capital, independente do fato de ser uma empresa de capital fechado ou de capital aberto.

Reflita: o cálculo do RPL com base no valor de mercado estimado “bota pressão” nos administradores.

Eles devem estar permanentemente ligados na melhoria da lucratividade dos negócios atuais, e na busca incessante de valiosas oportunidades de novos investimentos.

O RPL calculado com base no PL contábil “alivia a vida” dos administradores.

Um destaque: todo bom livro de finanças quando trata do assunto custo de capital pede que o capital do sócio seja considerado pelo seu valor de mercado. Lembra-se?

Confira todos os artigos elaborados por Francisco e pelos consultores parceiros da Cavalcante

Para mais tópicos dentro do assunto 'Análise Econômica de Empresas', confira os nossos eBooks.

Para falar a respeito de consultoria, entre em contato diretamente com Francisco Cavalcante através do email francisco@fcavalcante.com.br ou do telefone (11)3524-9222.